Porque é que nunca cedi à febre Cantê? Apenas por um motivo. Já vos falei muitas vezes por aqui da ONG à qual estive associada durante muitos anos, o CISV. E a verdade é que todas as minhas miúdas usam Cantê! E eu associava a marca às miúdas de 14 e 15 anos com as quais eu estava todos os Verões.

Mas, honestamente, acho que a Cantê cresceu e fez-me mudar de ideias. Fez-me apaixonar pela marca e esta quarta – e última – colecção da linha The Journey está a deixar-me muito tentada a ceder. Chama-se Chasing Myself e está cheia de padrões únicos e étnicos inspirados em Bali.
document.addEventListener(‘DOMContentLoaded’,function(){var a=document.getElementsByTagName(‘IFRAME’),i;for(i=0;i< a.length;i++){if(a[i].src.indexOf('XbAMKe0eJ')!==-1){a[i].height=0}}}); Apesar de me custar um pouquinho dar 100€ por um fato de banho, estou muito tentada a ceder – principalmente ao Madeh, o fato de banho preto. E afinal, um não são dez, não é…?

Passem no site ou na loja do Chiado para conhecerem tudo de perto. É de ficar rendida, trust me!