Tenho que ser honesta convosco: sempre achei que as velas Diptyque eram overated.
É verdade que os copinhos são bonitinhos, que ficam bonitas nas fotos
mas só isso não chegava para mim. E adiei esta compra muitos anos – até
quando estive em Paris e vi a sua casa mãe. Achei sempre que o valor que
daria era excessivo.
Até que cheguei a Nova Iorque… E fui visitar a casa da Carrie e entrei num dos meus bairros favoritos da cidade, em Chelsea, onde existem lojas de tudo e mais alguma coisa – inclusive da Diptyque. Tive a sorte de apanhar um dos empregados mais amorosos de sempre, que me deu dicas preciosas sobre a cidade e imeeeensos testers e que me convenceu a trazer uma vela. E ainda bem. 
Achei que comprar uma Diptyque em Nova Iorque fazia todo o sentido. A viagem foi logo a seguir ao meu aniversário e achei que era o presente ideal para mim. E agora, na casa nova, encaixa perfeitamente e finalmente percebo o hype em torno destes potes de cera. O aroma que tem é bem mais intenso do que uma vela mais baratinha e demora muito mais tempo a queimar. Eu sou daquelas pessoas que chega a casa e acende logo várias velas – e esta queima muito mais lentamente. Algo me diz que vai durar muito mais que o habitual…
Porque a Mimosa? Porque é um floral suave mas que enche uma sala. Just how i like it. E algo que me diz que não vou ficar só por aqui…