Partilhei pelas redes sociais, ainda antes de partir para Nova Iorque, que os estragos na carteira começaram com a Glossier. Para quem não conhece a marca, a Glossier existe desde 2010 e foi criada pelas editoras de beleza do site Into The Gloss que a vêem como o aglomerado de anos de recomendações das miúdas mais cool do planeta. E eu concordo! 
“Glowy, dewy skin is our thing.”
O principal objectivo destas miúdas foi aperfeiçoar a nossa pele. Porque – e é verdade – por muita que seja a maquilhagem, não há milagres de a pele não estiver au point! E como eu sou super fã de hidratantes labiais, tinha que escolher o produto de culto da marca: o trio do the balm dotcom

Não consegui pedir só um e resolvi experimentar o kit de três bálsamos com aromas. O balm dotcom é um daqueles bálsamos que dá para tudo: hidratar lábios, cutículas e zonas mais secas.

O kit traz o balm dotcom de menta, cereja e de rosas. O de cereja é o único que tem um ligeiro tom mais avermelhado – os restantes são como o original, sem qualquer cor para que possam utilizar onde a pele mais precisa.

O de rosas anda sempre comigo na mala e o de menta é o que uso todas as noites antes de adormecer. E sim, é tudo o que deve ser para ser considerado de culto. É suuuuper hidratante sem ser demasiado gorduroso ou peganhento e uma porção pequenina dá para imenso uso!

A única parte chata da Glossier é que não enviam para fora dos Estados Unidos. Ou seja, a não ser que estejam de viagem por lá ou que tenham alguém conhecido por lá, é complicado conseguir algo da marca. Mas, se tiverem a oportunidade, não a desperdicem… Eu já me arrependi de não ter pedido o iluminador Haloscope e o Milky Jelly Cleanser.