Ténis Nike // TShirt PersonaliTee
O início de Novembro foi marcado pelo regresso ao ginásio. Embora a minha alimentação esteja cada vez mais regrada, o ginásio fazia-me falta. E hoje, passados três meses, tenho noção da excelente decisão que tomei! 
E embora a nossa experiência varie sempre de pessoa para pessoa, tenho algumas dicas que quero partilhar convosco…

#1. Não desistir à primeira barreira – Eu sei que é fácil perder o interesse e é fácil desistir quando o começo não é tão fácil quanto estávamos à espera. Mas não é a desistir que iremos ver resultados. E de nada serve deixar de comer hidratos de carbono depois das 18h, se não ajudarmos o corpo a ficar tonificado. Além disso, só com treino ultrapassamos todas essas barreiras.

#2. É possível aprender a gostar de fazer exercício. São muitas as pessoas que conheço que me dizem “ah não fui feita/o para ginásio…”. Eu sempre disse que não gostava de correr – e continua a não ser o meu passatempo favorito. Mas se no primeiro dia de ginásio fiz 12 minutos a andar porque era impossível correr, hoje faço esses 12 minutos a correr. Se é fácil? Não… Custa-me, mas mostra que já evoluí. E aos poucos, hei-de melhorar.

#3. Procurem fontes de motivação. Uma das coisas que me ajudou a ganhar o gosto pela corrida foi a playlist com que corro. Parecendo que não, ouvir a Stronger do Kanye West enquanto corro é meio caminho andado para ter o boost que preciso. E quem fala em música, fala naquela promoção mesmo boa que a PersonaliTee tem agora ou nos ténis óptimos que a Nike lançou para treinar indoors. Há mais coisas que nos motivam do que aquelas que nos desmotivam.

#4. Não ter medo de perguntar e de experimentar. Ninguém nasce ensinado! E não vale de nada continuar a ter aulas infinitas de Zumba apenas porque sei que sou boa a dançar. O corpo cansa-se e vicia. Peçam um plano detalhado e adequado aos vossos objectivos. E, mesmo com o plano, peçam ajuda! Durante alguns dias fiz um exercício que me magoava o ombro – e só com ajuda descobri alternativas e até experimentei aulas novas, como o CXWork. Neste momento, sou fã daqueles 30 minutos de CX que, caso contrário, não tinha experimentado!

#5. Sejam pacientes. Good things, take time. Uma semana de ginásio e as calças ainda não estão largas? A balança ainda não desceu meio kilo sequer? O músculo do adeus ainda não desapareceu? Não, não e não. O corpo tem que ser trabalhado e “domesticado”. Não é com uma semana de ginásio que lá vai… Há que insistir e há que saber esperar. Ainda não estou como quero, mas hei-de lá chegar. Se vai demorar 2 meses? Meio ano? Um ano? Não sei… Mas a meu ritmo, irei lá chegar!

Lá está, tudo isto parte da minha experiência pessoal, mas acredito que se possam identificam com alguns pormenores. E porque o corpo saudável não é importante só para o mostrarmos na praia, há que ter cuidados ao longo do ano.

Alguém tem dicas de ginásio que queira partilhar comigo?