Fotografia: Tommy Ton
Depois de uns anos a trabalhar juntinho ao Colombo, apercebi-me de perto o que é a loucura destes dias especiais de Black Friday e/ou saldos. No ano passado partilhei convosco umas dicas básicas que merecem ser postas em prática nesta altura do ano, mas hoje trago-vos parte da minha táctica atualizada e aquilo que eu percebi que resulta comigo.

Como ir às compras na Black Friday?

Eu sei que, recentemente, parece que toda gente descobriu a palavra sustentabilidade. Mas a verdade é que é algo que precisamos mesmo de falar – especialmentem dias como estes que propiciam compras excessivas, como a Black Friday. Pensem sempre nas vossas necessidades acima da vaidade, no que realmente precisam e no que realmente vão usar.

#1. // Esquecer a loja às 10h da manhã.

Girls, vamos ver uma coisa… Se realmente querem a peça X ou Y já a tinham comprado. Não vale de nada irem para a porta da Zara às 10h da manhã de uma quinta-feira porque será igual a irem para a Feira de Carcavelos a um sábado de manhã – sem qualquer desmérito da feira, atenção! Muitas coisas boas encontrei por lá na minha adolescência!

A loja vai ser a maior confusão, não vão encontrar o que querem e só se vão chatear. Se aqui recomendava que fossem às lojas na sua abertura, hoje em dia – e depois de ter visto a Zara do Colombo às 10h da manhã há uns anos, onde não cabia nem mais uma alminha – digo-vos para o esquecerem. Será que tudo o que querem vai desaparecer com a abertura da loja? Dúvido!

#2. // A maior poupança é aquele dinheiro que não gastamos.

Já todas sabemos que é fácil comprar por impulso e que, na onda do desconto, acabamos por comprar o que queríamos e o que não queríamos! Portanto, lembrem-se: se comprarem por comprar, porque está barato, não estão a poupar.

Comprem as peças que têm namorado ao longo da estação, as que sabem que vão usar e as que querem mesmo ter no vosso armário. Nessas sim, estão a poupar! Se compram apenas porque talvez vá ficar bem e porque está barato, estão a gastar mais do que estão a poupar.

#3. // Usem o carrinho de compras.

Descobri, nos últimos anos, que podem arrumar peças no vosso carrinho de compras ainda antes destes dias de desconto começarem. A maioria das lojas online entram em manutenção umas horas antes dos saldos e da Black Friday mas, quando retomam o seu funcionamento, o vosso carrinho vai lá estar como o deixaram.

Assim não perdem tempo na compra, não se tentam com outras peças além daquelas que não queriam inicialmente e garantem que já têm as peças e tamanhos certos predefinidos.

E agora, vamos às compras? 🙂