“O Principezinho” foi-me dado em 1999, quando eu tinha 10 anos, como um livro essencial para a vida. Na altura não lhe achei nenhum sentido nem percebi o que a minha mãe queria dizer com “essencial”.

Com o passar dos anos já o reli umas quantas vezes e é sempre tão especial. É um dos livros da minha vida e há uma edição nova com anotações do José Luís Peixoto e ilustrações do Hugo Makarov – o responsável por algumas das minhas tatuagens.



Confesso que nunca fui a maior fã das ilustrações originais d’O Principezinho. E ter o Makarov encarregue de as refazer, é muito bom. Tem muito do seu cunho pessoal e, para quem conhece o trabalho dele, é fácil identificá-lo ao longo de todo o livro.

Para quem, como eu, é fã do livro, esta edição é imperdível. Além das ilustrações novas, todo o livro tem apontamentos do José Luís Peixoto sobre os mais diversos assuntos: sobre o autor, detalhes do livro, considerações pessoais… Vale a pena ler!

O livro é uma edição Expresso & Visão e está à venda nas papelarias por 9,90€. É uma edição limitada e sei que já teve muita procura. Não é de espantar!