Bem sei que as Instax Mini 8 da Fujifilm têm surgido na blogosfera como cogumelos – estas máquinas estão a brotar em todo o lado. O certo é que coincidiu com a altura em que eu, finalmente, consegui tê-la nas minhas mãos. Depois de dois aniversários (#1 e #2) e dois natais (#1 e #2) a pedir uma máquina fotográfica instantânea, já estava na altura…

Dizer-vos que adoro ter as fotografias em papel comigo, não seria novidade. Afterall, o meu amor ao analógico está mais do que declarado. Mas faltava-me algo – faltava-me o instantâneo. E se por um lado adoro a ansiedade de esperar pelo resultado, do inesperado e da surpresa, por outro, estava super curiosa com isto de ter as fotografias em papel, no momento em que as faço. 
Veredicto? Estou a adorar! E para quem me perguntou se vale a pena – sim, vale a pena! Tal como a fotografia analógica, não é um passatempo barato – cada caixa de 10 cartuchos tende a custar 12€. Mas, tal como vos sugeri aqui, não há nada melhor que o nosso amigo ebay para comprar packs a preços mais reduzidos. O que está na imagem tem 50 cartuchos e custou-me 25€ – um óptimo negócio!
Para quem gosta de fotografia ou para quem só quer ter uma máquina diferente e com resultados giros, a Instax Mini 8 é, sem dúvida, uma boa opção. O meu diário analógico já ganhou mais um tipo de fotografia e está cada vez mais bem recheado!