Os queridinhos do momento! - Malmequer

O mês de maio passou, as férias passaram e os queridinhos do momento… também passaram! Mas, a dia 15, ainda vou a tempo de recuperar os meus favoritos de beleza e explicar-vos porque me apaixonei por eles não no último mês, mas nos últimos tempos.

Acima de tudo, tenho-me preocupado muito mais com uma coisa: cuidar da minha pele. Nunca precisei de encher o rosto com maquilhagem para tapar ou cobrir algum tipo de imperfeição na pele. Mas apercebo-me, com o passar do tempo, que uma rotina de rosto adequada, é meio caminho andado para utilizar menos maquilhagem e ter a pele com um aspecto super natural.

E, por isso mesmo, os meus favoritos dos últimos tempos são muito mais de cuidado do que, propriamente de maquilhagem. Mas veremos tudo, um a um.

Hidratante Aquabella da Nuxe

O meu hidratante favorito dos últimos meses terminou… E percebi que esta seria a oportunidade perfeita para testar uma das últimas novidades que chegou cá a casa. A gama Aquabella, da Nuxe, foi formulada para peles jovens e que tenham alguma tendência a oleosidade. Ou seja, a minha pele mista e jovem (porque ainda o é, tsá?) é indicada para este hidratante – e é mesmo, porque está a adorá-lo.

É uma textura super leve, que a minha pele absorve num instante, e que mantém a minha pele confortável ao longo do dia. Sem a repuxar mas, ao mesmo tempo, sem a deixar extremamente oleosa. Não tem um aroma muito forte – o que eu adoro – e, numa questão de segundos, já parece parte da pele do rosto. Thumbs up!

Creme de olhos It’s Potent da Benefit

Algo novo na minha rotina, creme de olhos! Deixem-me que vos explique… No começo de maio, fui maquilhada pela Margarida e ela alertou-me para o facto de estar com os contorno dos olhos muito seco. E não é a primeira a fazê-lo, honestamente.

Costumo aplicar creme de olhos quando me deito – especialmente tudo o que tem um aplicador metálico e ajuda a descongestionar no cansaço acumulado ao longo dos dias – mas raramente o fazia de manhã. Juntei este pequeno pote de magia à minha rotina diária e so far, so good. É realmente potente, como o seu nome indica. Sinto que, depois de uns dias a aplicá-lo, até o corrector de olheiras fica melhor aplicado e tem muito maior durabilidade. Já para não falar que não sinto os olhos tão irritados ou a repuxar, ao final do dia.

Corrector All Hours e Touche Éclat ambos da YSL

E por falar em corrector, estou a amar esta combinação. O All Hours tem sido o meu corrector favorito dos últimos meses. Tenho este tubinho há coisa de 6 meses e, no último mês, tenho andado a raspar todos os cantinhos para aproveitar o resto de produto que tem. E lembrei-me de o combinar com o Touche Éclat. O tom é praticamente o mesmo, ambos têm o mesmo poder de hidratação e sempre dá uma luminosidade extra ao olhar.

Portanto: olheira hidratada, coberta e tapadinha até ao final do dia. Não estivesse o meu All Hours a dar as últimas e eu diria que tinha encontrado a combinação perfeita para esconder os meus undereyes bags!

Bálsamo de limpeza da gama Ritual of Namaste da Rituals

Mas uma pele bem tratada também tem que ser bem limpa. De há uns meses para cá que me habituei a limpar a pele com óleos ou bálsamos. Claro que, quando o cansaço aperta, continuo a recorrer à água micelar e até às toalhitas desmaquilhantes – continuamos todos amigos! Mas adoro esta sensação de limpar a pele com produtos que desfazem, derretem e tiram todos os pedaços de maquilhagem.

Este bálsamo tem a fórmula habitual destes produtos – uma textura mais densa, que é aquecida nos dedos, massajada no rosto e amplificada quando em contacto com a água. Desfaz a maquilhagem toda num rosto ainda seco e limpa quando o molhamos. O resultado? Uma pele totalmente limpinha e super uniforme. Não sei o que há neste bálsamo que lhe dê esse poder mas a pele fica genuinamente bonita após limpa com este bálsamo.

Perfume This is Her da Zadig & Voltaire

Por último, uma novidade que chegou perto do dia dos namorados e que me tem vindo a conquistar aos poucos. Na verdade, nem sei como é que não esteve nos queridinhos mais cedo. Tem sido sempre ultrapassado por qualquer outra fragrância, mas foi a única que levei para NYC e não me arrependi minimamente. É fresca mas enche a sala. É de primavera mas dura imenso no corpo. E é, sem dúvida, um dos meus aromas favoritos dos últimos meses.

Uma mão cheia (mais um dedo, vá!) de favoritos. O que preciso mesmo de experimentar este mês? 🙂