Depois de partilhar convosco o melhor do meu ano 2018, achei por bem continuar a falar em dezoitos e partilhar 18 dos meus produtos de beleza favoritos do último ano – ou como lhes chamamos por aqui, os meus queridinhos (thank you Vic for the inspo!)

Fui partilhando ao longo do ano que pouco mudei nas minhas rotinas de maquilhagem. Fui alterando algumas coisas nas minhas rotinas de beleza, adicionando uma ou outra coisa, mas há queridinhos que são de sempre e que se mantêm desde 2017.

Embora não estejam aqui, continuo a amar o corrector All Hours da YSL, a Eau de Beauté da Caudalie, o óleo de limpeza Midnight Recovery da Kiehl’s e os blushes Cloud Paint da Glossier. Mas acho que estes já se tornaram queridinhos da vida! Vamos, então, aos queridinhos de 2018?

Queridinhos de 2018: o que gostei na beleza:

Base Hello Happy da Benefit

A Benefit foi uma das marcas a criar uma base com tons disponíveis para várias peles – sendo que metade da sua colecção pode ser usada por peles mais escuras. E podia ser só uma acção de marketing, mas não.
A verdade é que a base é realmente boa – muito além do que poderia apenas querer vender. É bem do tipo de bases que gosto: levezinha, facilmente trabalhável e com uma boa durabilidade na minha pele sem oxidar.

Base Skin Long Wear Weightless da Bobbi Brown

Tal como a Hello Happy, este lançamento da Bobbi Brown também chegou em vários tons, para várias peles. Mas também é muito mais do que uma campanha de marketing.
É uma base com finalização mate mas que é super confortável na pele. Sem que deixe a pele com um ar cakey, deixa-a mate mas com um glow saudável. Para os dias em que quero um pouco mais de cobertura mas, ainda assim, uma pele com aspecto super natural, she’s the one!

Corrector Teint Idole da Lancôme

Tinha este corrector no fundo da gaveta porque achava que ele não funcionava de todo comigo… Até que no dia em que andámos a distribuir amor com a Lancôme, a maquilhadora que tratou de nós me ajudou a perceber how amazing it is.
Então, é um corrector denso e de alta cobertura – certo! Mas antes de o aplicarmos na olheira, o ideal será aplicar nas costas da mão e aquecê-lo com o dedo anelar. Só depois aplicar esse mesmo produto na palpebra inferior. Este aquecer de produto torna-o muito mais maleável, mais fácil de aplicar, mas, ainda assim, com imensa cobertura e sem acumular. Escusado será dizer que desde então se tornou o no meu corrector favorito do ano! Uso-o nonstop!!!

Iluminador Haloscope no tom Moonstone da Glossier

I mean… ainda preciso de vos descrever o amor que sinto por este stick? É um iluminador lindo, num tom champanhe que funciona super bem na minha pele, que tem uma dose de hidratação no centro, com um círculo de cor à sua volta. O resultado? Uma pele luminosa com um aspecto de pele molhada. Sem dúvida a minha trend favorita na maquilhagem e um produto que vai ser sempre o mais queridinho dos queridinhos todos.

Sombra Lidstar no tom Cub da Glossier

Se andam por cá há algum tempo já devem ter reparado que pouco partilho sobre maquilhagem de olhos – além de máscara de pestanas. Não sou a maior pro em sombras e sinto sempre que não consigo de todo aplicá-la em condições. Ou seja, tudo o que são sombras líquidas ou em gel são as minhas favoritas – como esta da Glossier.
Ter olhos verdes complementa sempre com sombras mais arroxeadas. E esta é, sem dúvida, uma que dá para usar no dia-a-dia ou trabalhá-la mais para que fique uma óptima opção para a noite. Quero muito comprar mais tons porque adoro esta textura e durabilidade na pálpebra.

Máscara Total Temptation da Maybelline

Há uns meses falei na Miranda sobre esta máscara – comparei-a à minha all time fav Velvet Noir da Marc Jacobs e contei por lá porque é uma óptima alternativa de supermercado. Acho que dá para entender pela fotografia o quanto eu a usei este ano e como foi muito amada. Tudo o resto, deixo-vos ler pela Miranda, aqui.

Máscara Monsieur Big da Lancôme

E se juro que a da Marc Jacobs será para sempre a minha máscara queridinha, garanto que esta não lhe fica nada atrás. Quase que poderia dizer que partilham o primeiro lugar no pódio das minhas máscaras de pestanas favoritas. Pestanas bem escuras, densas, compridas e curvadas. O que precisamos mais? Ah, já sei – de uma máscara que dure todos os dias sem que esfarele ou borre. Esta também tem tudo isso. É uma winner, sem dúvida – e agora também na versão à prova de água!

Batom Amplified no tom Half’n’Half da MAC

Entrámos na minha categoria favorita: os batons! E com uma descoberta feita no começo deste ano. Não sei como nunca me tinha cruzado com o Half’n’Half e é um nude bem ao meu jeito. Os Amplified são a textura cremosa e brilhante dos batons da MAC mas que, ainda assim, são pigmentados o suficiente para deixar os lábios com cor. E esta é linda!

Batom L’Absolu Rouge no tom 361 Pure Nude da Proenza Schouler para a Lancôme

Por outro lado, já mais no final do ano, surge aquele que se tornou o meu batom da carteira. Desde que o usei da primeira vez, não saiu mais de lá. É o resultado da colaboração da marca Proenza Schouler para a Lancôme e é um nude mais rosado numa fórmula sheer. Sabem aqueles batons que dá para aplicar sem espelho, que não dá como errar e que deixa um tom e uma sensação muito boa nos lábios? Este é assim – daí ser um dos meus favoritos!

Gloss Plump & Glow da Alex Steinherr para a Primark Beauty

Mais um que tem andado na minha carteira desde que o tenho! Diz ser um daqueles glosses que dá volume aos lábios, com um efeito meio de plumping. Talvez por já ter os lábios naturalmente carnudos, não noto muito esta alteração – mas nem seria o efeito que queria, tbh. É sim um gloss com um tom muito bonito, um nude natural, mas com um brilho que não é nada pegajoso e bem hidratante, até. Mais um que dá para aplicar sem espelho e que promete sempre um bom resultado.

Gloss Bomb no tom Fenty Glow da Fenty Beauty

Por último, o meu queridinho da Fenty. O meu primeiro e mais amado produto da marca de maquilhagem da Rihanna. É um pouquinho mais pegajoso comparativamente ao da Primark mas, em compensação, acaba por ter uma maior durabilidade e deixar mais cor no lábio, mesmo quando o brilho desaparece.
No entanto, é super confortável – mesmo! E dá um glow mesmo lindinho aos lábios.

Perfume Fleur d’Argent Miu Miu

Amei o primeiro Miu Miu. E o segundo e ainda mais o terceiro. Mas eis que chega este quarto e eu já não sei mesmo qual é o meu favorito de todos! Continuo a usá-los a todos mas esta embalagem prateada deixa-me rendida de tão bonitinha que é. É um aroma – como os restantes Miu Miu – fresquinho e com o seu toque mais frutado, que mesmo sendo fresco não é de nada fraco. E sinto-o em mim durante todo o dia. Love it!

Perfume Arizona da Proenza Schouler

Ao contrário do Miu Miu, o Arizona é intenso e deixa rasto. É daqueles que faz como que me perguntem constantemente que perfume estás a usar? deixando-me orgulhosa da minha escolha. Não foi amor à primeira vista mas tornou-se no bom amor, sem dúvida. Cítrico, floral, com almíscar e baunilha nas notas de fundo. Lá está: suave mas intenso.

Máscara de rosto Sleep Spa da Alex Steinherr para a Primark Beauty

Troquei a minha rotina de noite quando conheci os produtos da Alex Steinherr para a Primark. I know, i know, estou farta de falar deles mas é para verem o quanto eu gostei de conhecer esta colecção. E a gama Sleep Spa é mesmo a minha favorita. Uso a máscara como creme de noite e adoro o quão levezinha é – que me deixa pôr o rosto na almofada sem me preocupar se a vou deixar cheia de creme. Além disso, de manhã, sinto que a pele está mesmo fresca e luminosa, como se o creme fosse mesmo feito para a minha pele. Lovely!

Máscara de lábios Sleep Spa da Alex Steinherr para a Primark Beauty

E nos lábios à noite, também passei a usar apenas a máscara de lábios da Alex. Confesso que até há pouco tempo, só tinha na cabeceira os batons de boião, que são sempre mais espessos e, na verdade, mais indicados para usar durante a noite. Mas sinto que sempre que acordava tinha os lábios demasiado pastosos, quase como se o hidratante não tivesse sido totalmente absorvido. E este – além de não ter que o aplicar com o dedo porque podem fazer a aplicação diretamente do tubinho – deixa-me os lábios mesmo hidratados ao acordar.
Ainda não saiu da mesinha de cabeceira, até agora. Mas tem um tom meio avermelhado que permite que o usem no dia-a-dia, se quiserem. E, por isso mesmo, esse tom também mancha as fronhas das almofadas, o que acaba por ser a minha única queixa neste produto.

Óleo seco de super ingredientes da Youth To The People

Num ano em que me rendi aos óleos secos – leram o que escrevi na Miranda, sobre o assunto? – este foi, sem dúvida, o meu preferido. Estou a usá-lo na minha rotina matinal, com umas 4/5 gotinhas antes de aplicar o creme hidratante. E não é que seja milagroso, mas sinto que deixa a pele com uma luminosidade extra e com menos breakouts ao longo do dia. Quase como se fosse um booster a tudo o que lhe aplico por cima. Já para não falar que tem um cheirinho incrível e a textura ideal para usar com o jade roller.

Óleo Midnight Recovery Concentrate da Kiehl’s

Já à noite, acrescentei este frasquinho azul da Kiehl’s que é uma das maravilhas do mundo de beleza e eu nunca tinha experimentado! Agora entendo o porquê do hype e como as pessoas realmente têm razão no que dizem sobre ele. É tudo de bom, com uma textura incrível e um cheirinho que adoro respirar antes de adormecer. Na verdade, tenho descoberto que sou 100% fã desta gama!

Drying Lotion do Mario Badescu

Por último, um queridinho da Internet e que também só testei este ano. Trouxe-o de Nova Iorque, de uma Urban Outfitters, e percebo agora o porquê de toda gente adorar o Mario Badescu no que toca a cuidados de peles oleosas e cuidados de borbulhas. Este pequeno frasquinho cor-de-rosa é uma mistura entre duas texturas que não é suposto serem misturadas. Usa-se um cotonete até ao fim do frasquinho para que ele absorva a textura líquida e em pó e crie uma espécie de pasta que depois de aplica diretamente nas borbulhas. É claro que não é para usar no dia-a-dia – porque ficam com umas manchas rosadas na pele. Mas apliquem à noite, a seguir a todo o cuidado de pele, e de manhã acordam com as borbulhas verdadeiramente mais secas! Um milagre cor de rosa!

Agora quero saber, fechado o vosso 2018, quais são os produtos que não querem deixar esquecidos no ano que passou? Partilhem comigo!