Herdei, do armário da minha avó, uma estola de pêlo preta já há uns aninhos. Nunca lhe dei grande atenção mas sempre a guardei religiosamente porque sabia que um dia lhe ia dar o devido uso. E esse inverno chegou. Estou vidrada nas faux fur e acho que me vou render em grande! 

Todos os anos adio a compra de um casaco deste pêlinho em preto. Têm o ar mais confortável de sempre e a verdade é que dão um up a qualquer coordenado que se faça. E a oferta está melhor que nunca – as lojas fast fashion estão cheias de casacos e estolas faux fur!

Além disso, se há algo em que o falso é permitido, é aqui. Como diz a Saber Viver deste mês, é preciso muito para um casaco de pele verdadeiro: 100 chinchilas, 70 martas zibelinas, 30 coelhos, 17 techugos, 14 lontras, 11 linces e 9 castores. E acreditem, as mortes nunca são tão bonitas quanto os casacos. 
Por isso, que faux fur seja a maior tendência! 

Tags